terça-feira, 27 de novembro de 2012

Dia 22/365

EL PASEO


O título da caminhada de hoje está escrito em espanhol por causa da ilustre presença do gringo JuanPa, periodista; e sua esposa, minha querida amiga empresária da comunicação e ex-colega da turma de jornalismo, Naide Nóbrega. Andarilhos do Caminho de Santiago (onde se conheceram), sequer pestanejaram para fazer comigo o Caminho do Senti Algo. 

Casal de altíssimo astral, corre sério risco de figurar entre as mais prazerosas caminhadas deste projeto, pois gargalhamos bastante. Quando Naide pegou o ritmo, insistiu na 7ª volta, e depois na 8ª (que neguei!). Ah, tivemos o momento da fama, com entrevista para a Rede Record (que finalizava a série de gravações sobre a Dieta da Rede Social, que vai ao ar nesta quarta, num programa chamado "Fala Brasil", pela manhã). 

Atividade física concluída com sucesso! 7 km em 1h20 (contando a pausa para a entrevista). Obrigado, amigos!!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Minha mulher, tão boazinha(!), deixou uma papinha de aveia diet pra mim, ontem à noite. Parecia o martelo de Thor, mas eu tenho certeza que foi feita com muito amor e pouca experiência. Amoleci um dente na primeira colherada, porém só não terminei porque faltava adoçante. Tenho certeza de que emagreci, por não conseguir comer a papinha diet. Minha voluntária da vez já me enviou link de saladas saborosas pelo Facebook, sugerindo o almoço de hoje. Gracias! 

Atualizado às 13h25:
E eis que, para minha surpresa, o dono da Cafeteria Maia - viciado em redes sociais - mapeou a minha interação com Naide sobre as saladas do seu estabelecimento e, pasmem, me trouxe uma salada especialíssima pessoalmente, na porta do meu trabalho, na hora que eu estava  saindo para o almoço. Fiquei pas-sa-do quando o homem se apresentou! Tentei até recusar, mas ele foi tão convincente em dizer que era o papel da rede social fazer com que as empresas e clientes estreitassem as relações, e que seria uma honra pra ele me fazer essa gentileza porque adorou a ideia da Dieta da Rede Social, que eu tive que calar e comer. A salada estava um espetáculo! Recomendo fortemente.
Ah, antes que eu me esqueça, deixo apenas uma observação preventiva aos meus críticos mais ferozes: jabazeiro é a mãe! mhuahahahahaha!

A salada, tracei sozinho, e a coca dei pro meu sogro

VOCÊ NÃO SABE O QUE EU CAMINHEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Um cineminha que vale por dois. Essa é a proposta de lazer audiovisual para casais com filhos que arriscam uma sessão infantil no circuito comercial. Nesse caso, vale por dois por conta do preço da pipoca e do guaraná. É o maior absurdo, tanto no valor quanto na porção cavalar de pipoca. O combo pequeno traz um contêiner que sacia até o adulto acompanhante. Isso é mais uma tentação do dia-a-dia, que procuro evitar. Filme, agora, só em casa - com meu bloquinho maciço de aveia pra lamber. 

3 comentários:

  1. Ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei!!!!! La caminada ha sido maravillosa, pero la companía muchísimo mas!!!! Meu marido gringo e meu queridíssimo quase-ex-gordinho... como não ser o pipoco do trovão? Mais do que incentivar a você, caro Mandra, foi um incentivo a nós mesmos. Seguiremos em paralelo e comemoraremos o sucesso coletivo com uma boa pizza! :ppp Beijo do tamanho do mundo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado a vocês dois, querida! Eu garanto que esta dieta não vai terminar em pizza. Crepe, talvez (com muita salada)... beijão!!!!!

      Excluir

Deixe aqui seu incentivo por escrito