quinta-feira, 6 de dezembro de 2012

Dia 31/365

A CAMINHADA



De todas as caminhadas desta Dieta da Rede Social, inclusive com os estranhos, somente a de hoje me deixou apreensivo de véspera. Isso porque fora marcada por telefone pelo Primeiro Voluntário, para o seu fiel escudeiro Carlos Eduardo Santos - vulgo KK: jornalista, surfista, skatista e cara de artista. Fiquei preocupado de véspera porque essa galera é do "Mucha Lucha" (do qual também fui fundador), o "bloco dentro do bloco" carnavalesco Enquanto Isso Na Sala de Justiça. Me atrasei 15 minutos para cumprir uma promessa caseira que fiz ontem à noite a minhas crianças, de montar a imensa árvore de natal lá de casa antes de sair pra caminhar. 
Mal estacionei próximo à Jaqueira (onde tínhamos marcado), escutei um grito "AQUIII, GORDINHOOO!!!" dentro de um carro de vidros escurecidos. Imediatamente pensei: "esses manés vieram fantasiados de lutadores de lucha-libre, devidamente mascarados e usando lycra, e certamente estão me esperando com vergonha, dentro do carro, para caminharmos todos juntos. Somente eu vou me expor, nessa brincadeira, com minha cara limpa". Ainda hesitei, mas eles insistiram para que eu entrasse no carro. Para minha surpresa, estavam os dois com roupas civis, combinando até na cor da camisa (azul), e disseram que se tratava de um "sequestro". O plano só foi revelado quando chegamos ao nosso destino, na Avenida Norte: subir à pé, o Morro da Conceição (percurso de 908 metros que, pelo aclive acentuado, equivale a 3 km), onde está o santuário de Nossa Senhora da Conceição (o dia dela é 08 de dezembro). Taí uma ideia cristã! E eu que pensava que a vela do surfista era outra. O Primeiro Voluntário subiu de ré, filmando e fotografando todos os nossos passos. Lá no altar, rezei, acendi velas, pedi paz para a humanidade (meu voluntário do dia ainda teve a petulância de me chamar de miss, por causa disso) e ganhei souvenires para meus três anjinhos lá de casa. 
Na volta, ainda caminhamos 2 km no Parque da Jaqueira, para completar o esforço.
Atividade física concluída com sucesso! E KK se despediu de mim dizendo: "caminha na fé, Mandrey!"  


O início

O fim

E o meio.

COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Salada de frutas orgânicas na casa do Tio Hipocondríaco e 9 castanhas de lanche, no final da manhã - pois dizem que oleaginosas fazem bem. kkkkk


Ao meio-dia, recebi o telefonema do voluntário, me dando incentivo para continuar a dieta, comer salada etc. Acatei, traçando uma deliciosa salada de folhas, maçã e pedaços de frango grelhado. 

VOCÊ NÃO SABE O QUE EU CAMINHEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Castanhas (do Pará ou de caju), amendoim, nozes, amêndoas e avelãs são muito apreciadas por este que vos escreve - apesar de só ter contato com a maioria delas no natal. As mais comuns são o amendoim e a castanha de caju (esta, vendida a preço de ouro no Recife, R$ 2, por 10 unidades - mas uma estava estragada). Eu, particularmente, não consigo ir à praia sem consumir um saquinho de amendoim cozido e outro de torrado. É tradição cultural. Devo considerar essas oleaginosas frutas? posso comer 200 gramas de amendoim sem medo de ser feliz?  Oh, dúvida cruel. Ontem me ofereceram uma paçoquinha, mas, na dúvida, neguei.

7 comentários:

  1. Tais vendo que era possível! Bem que eu tinha chamado para subirmos o morro, lembra? Muito bem, é um exercício e tanto.

    ResponderExcluir
  2. Show!! Adorei a ideia!!! :) Eu não consigo subir nem 10 metros.

    ResponderExcluir
  3. É isso ai Mandrey,te admiro a cada dia e estou torcendo tbm por vc!!

    ResponderExcluir
  4. Força amigo!!Nem te conheço ainda mas já te admiro demaos também.

    ResponderExcluir
  5. Pois é!!
    Todo dia fico ansiosa para ler o seu relato...
    Sempre bom demais...

    ResponderExcluir
  6. Muito legal a ideia dos meninos! Continue firme! bjos!

    ResponderExcluir
  7. Ei moço, oleaginosa faz bem mas não exagere!! São muito calóricas. Um cuidado especial pra castanha -do- Para pela alta concentração de selênio. Consuma no máxio três unidade por dia.
    Abração
    Samia

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu incentivo por escrito