sábado, 15 de dezembro de 2012

Dia 40/365

A CAMINHADA


A voluntária de hoje, Heliane "Pupi" Rosenthal, é jornalista de fato mas bem que poderia ser advogada por direito, pois já conheceu todas as varas (Uêpa!!!) assessorando a OAB há umas sete primaveras. Somos amigos desde o ano 2000, quando cheguei para ser seu colega na editoria de Economia do Jornal do Commercio. Por essa razão, fizemos uma caminhada nostálgica. Logo na primeira volta encontramos uma outra jornalista na pista de cooper - Angela Lacerda, correspondente d'O Estadão - que nos deu uma incrível injeção de ânimo com seu sorriso contagiante e a sua camiseta que estampava a palavra "amor" em letras garrafais. Como Angela já tem pique de maratonista, nos acompanhou só um pouquinho - para escutar as fofocas. A sós, Pupi me contou sobre uma dieta bem balanceada que ela tem seguido, e que me mandará por email. Falou também sobre as mudanças de hábitos, seus sonhos, viagens, amigos, família... Enfim, uma hora de papos agradáveis para nos fazer sentir igualmente leves.
Atividade física concluída com sucesso, percorrendo 6,2 km no Parque da Jaqueira. Valeu demais, Pupi!!!

Nós dois vestimos pretinhos básicos

COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje está difícil. Apesar de ter começado o dia bem, com as frutas habituais (incluindo uma porção de gelatina diet), na hora do almoço fiquei sem opção: panquecas ou um camarão ao "alho, óleo e óleo", feito por meu sogro - que é italiano. Minha esposa saiu estrategicamente para o salão de beleza das 11h às 15h, levando meu carro e minha carteira (no porta-luvas). Agora, que ela finalmente chegou, me apresso para terminar este texto, já que terei que comprar alguma comida diet. E nada da ligação de incentivo de Pupi (judia de mim!).



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

A presença do pai da minha esposa há DEZ ANOS na nossa casa faz da nossa cozinha um lugar untado. Preste atenção: Eu não quis dizer ungido. É untado mesmo. Óleos e massas compõem a pirâmide alimentar da minha casa, necessariamente nessa ordem. E assim, como estou de dieta, preciso fugir escorregadio desse cenário nada favorável. Ciao!


4 comentários:

  1. Mandra, fica ligado na beira-rio. Fui assaltada caminhando lá às 11h da manhã de um sábado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na beira-rio eu só tenho caminhado no horário das 6h, quando os malas ainda estão dormindo. Mas valeu pelo toque, Maria, pois sou um alvo fácil. Kkkk

      Excluir
  2. Mandrey véi, já existem diversos posts sobre sua dieta mas você ainda está mega-gordo. Tu deves é estar tirando uma onda com a cara do pessoal que lê o blog.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu incentivo por escrito