segunda-feira, 4 de março de 2013

Dia 119/365

A CAMINHADA

Hoje acordei sob chuva forte - curiosamente, esta foi apenas a terceira vez que choveu, nesses 119 dias de Dieta da Rede Social - e, confesso que fiquei preocupado com a possibilidade de levar um "bolo" do voluntário da vez, que eu não conhecia pessoalmente. Ainda mandei uma mensagem informando que eu já estava no ônibus, a caminho do parque, às 5h45. No mesmo SMS recomendei que ele levasse seu guarda-chuva, pois eu só tinha um poncho descartável que comprei por R$ 3,35 numa casa chinesa. E assim, para minha surpresa, o camarada apareceu sem guarda-chuva, capa, nem sombrero ou qualquer proteção. Só então percebi que cada pingo que caía nele evaporava imediatamente, como mágica! a explicação para esse fenômeno? Ora, suas costas quentes, claro. Ei-lo: Manoel Guimarães, jornalista do staff do governador, ou seja, o homem que acompanha O Homem. 
E assim, entreguei meu currículo, o currículo da minha mulher e o currículo do meu sogro, além de articular a união dos nossos filhos caçulas. Mhuahahahahahahahaha. Brincadeirinhaaaa (mas se colar, colou!). Conversamos sobre a escola de jornalismo prático, por onde passamos em períodos diferentes - e de onde até hoje conservamos um grande amigo comum, o fotógrafo da velha guarda Expedito Lima, que nos considera muitíssimo. Depois falamos sobre filhos, família, trabalho, confras, barrados no baile e outros seriados dos velhos tempos. O papo fluiu tão bem que prolongamos a caminhada, mesmo sob chuva. Se eu ainda bebesse, gostaria de poder complementar essa "malhação" numa mesa de bar, qualquer hora dessas. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 7,49 km em excelentíssima companhia!!! Valeu demais, Manoel Guimarães!!!! Manda um abraço meu prO Homem! 

Aí eu já tinha jogado meu poncho descartável fora. Isso tudo é suor.

Ainda no ponto de ônibus, esperando o coletivo.


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

E ontem à noite acabei por nem chegar perto da prometida papinha de aveia com canela e lactopurga. Em vez disso, encarei uma deliciosa saladinha  de folhas com lascas de salmão e molho de maracujá (é a cozinha criativa!). Hoje, antes da caminhada, comecei o dia com uma banana nanica e um copinho curto de leite de soja. Depois do exercício, já na casa do Tio Hipocondríaco, encarei bananas compridas orgânicas cozidas e um queijinho de coalho orgânico na chapa, sem manteiga! Para desentalar, café-com-leite.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Hoje quero deixar uma injeção de ânimo aos milhares de leitores de peso que acompanham à distância este projeto. Sabemos que a auto-estima de um(a) gordinho(a) é arranhada constantemente pela sociedade magra, seja através de um simples olhar de espanto ou chacota (geralmente empregado entre cúmplices bullyingnosos, quando passamos por perto), seja por comentários (des)elogiosos do tipo "você é muito bonito(a) de rosto!", feitos por pessoas que teoricamente nos querem bem. 
Pois meu conselho é: filtre o que pode ser aproveitado e ignore solenemente o resto. Se você é bonito(a) de rosto, sinta-se elogiado(a). Se alguém comete o disparate de ofendê-lo(a) a certa distância (mas não tão longe a ponto de você não deixar de perceber), faça como eu sempre fiz, em toda a minha adolescência: Ajeite os óculos com o dedo médio, olhando para o ofensor. Se não usa óculos, penteie sua sobrancelha com o mesmo dedo médio (o maior de todos, para os desavisados), mas sem tirar os olhos da pessoa que falou mal de você (é importante esse detalhe, para que ela saiba que você escutou e não gostou). E foi assim que, silenciosamente, já mandei muita gente de volta às origens (útero materno). Fica a dica! Mhuahahahahahahhaaha!!!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito