quarta-feira, 3 de abril de 2013

Dia 149/365

A CAMINHADA

Mais uma vez, fui beneficiado com a companhia de um atleta profissional que desceu ao meu nível de modesto caminhante: Dr. Otávio Leal, advogado e maratonista. Fomos colegas durante quase cinco anos no curso de Direito da Unicap. Aliás, tínhamos em comum a experiência de cursos anteriores (ele, Administração; eu, Jornalismo). Desde o primeiro dia de aula Otávio mostrou-se determinado com seus objetivos em relação ao Direito, tanto que logo no comecinho das aulas passou no concurso do Tribunal de Justiça de Pernambuco (nível médio), onde está até hoje mantendo o vínculo de "porto seguro" enquanto galga degraus superiores através de novos concursos (e certamente conseguirá!). Claro que como todo ser humano meu prezado amigo também tem o seu Lado B (Mhuahahahahahahaha!!!!), que se manifestou no dia em que a gente tomou uma cana "de leve", depois da aula matinal em um sábado qualquer de 2008 ou 2009. O responsabilíssimo técnico judiciário do TJPE deu lugar ao seu alter-ego, o esculhambado tirador de onda sem freio nem limites: GALO! Eu e meu primo Peçonha (também colega do curso de Direito) choramos de rir com as alterações de Otávio, pois até zarolho o cara ficou. Naquele dia, esticamos para a casa do Tio Hipocondríaco e a cachaça prosseguiu por tempo indeterminado. Mas antes que os fariseus o crucifiquem, eis a explicação: Otávio tinha feito uma promessa e passou um ano sem beber, por isso essa alteração toda aconteceu no Dia da Volta ao Álcool. Momentos bons que os anos não trazem mais! 
Na caminhada de hoje, encarei o velho Otávio de sempre: focado, disposto e lúcido, a conversar sobre o presente e o futuro, dando dicas de técnicas de estudo eficaz, comentando seu trabalho no TJ, opinando sobre a carreira jurídica, rendendo loas ao vício da corrida - que alimenta religiosamente toda terça, quinta e sábado, chegando a percorrer 14 quilômetros de uma tirada só. Em síntese, na minha modesta opinião de Observador Social, Otávio é gente que faz. Mhuahahahahahaha! Nossa caminhada foi muito massa. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 7,45 km  em excelente companhia!!!! Valeu demais, Otávio!!! Qualquer dia vamos marcar a caminhada com Galo (ou "Tavinho do Brega", para os íntimos)! kkkkkkkkkkkkkk!!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

A banana obrigatória da pré-caminhada estava garantida. Depois, já na casa do Tio Hipocondríaco, saboreei um delicioso suco de araçá orgânico (tomei dois copos!), fruta que eu desconhecia. Comi também umas torradinhas com creme de ricota e reciclei metade de um ovo mexido que Tio Hipocondríaco deixara no prato. Pois é, não encarei nenhuma fruta porque vi uma mosca pousando na melancia e fiquei com nojo (mas não avisei a ninguém, para não haver desperdício). kkkkkkkkkkkkk.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Esse negócio de ter um Lado B não é privilégio apenas de Otávio/Galo. O meu, por exemplo, é quase um Lado C (Mhuahahahhaa!!!). Um psicólogo amigo meu já dizia que "temos uma personalidade em casa e outras na escola, no trabalho, no clube, na vida amorosa e no jogo de futebol". Nem sempre as outras personalidades afloram, é verdade. Tenho uma grande amiga que é ótima, maravilhosa, simpaticíssima e agradável em 99% do tempo. Mas um dia, a vi "sob pressão" no trabalho, e a miserável virou bicho! uma megera com sangue nos olhos, gritando e soltando chuvas de saliva para cima dos pobres subordinados. Parecia o satanás. E assim é a vida, cheia de surpresas. Cabem aqui umas receitas infalíveis de afloramento da verdadeira personalidade de qualquer pessoa: submeter a vítima a um grande pânico, uma grande soma financeira, uma grande promoção na empresa ou simplesmente a uma enorme bebedeira (quando a bebida entra, a verdade sai). Se nada disso funcionar, tire tudo que ela gosta. Aí sim você vai conhecê-la. Fica a dica!





Um comentário:

  1. Essa dupla aí é demais!
    Força na caminhada e sucesso na vida profissional e nas atividades física, para ambos.
    Grande Abraço!

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu incentivo por escrito