sábado, 13 de abril de 2013

Dia 159/365

A CAMINHADA

Hoje conheci um cara muito batalhador chamado Felipe Paz, que daqui a um ano será engenheiro. Sua história de vida é de superação: Cresceu sem muita perspectiva, no bairro de Campo Grande, até que conheceu um projeto de inclusão social de uma ONG que lhe proporcionou fazer um curso técnico, obter um estágio e ter condições de sonhar mais alto. Passou no vestibular de engenharia e hoje está casado e cheio de projetos (pois é, engenharia não é jornalismo não!), já com casa e carro próprios. E assim, ter ao meu lado um guerreiro desses foi uma injeção de ânimo para este meu projeto pessoal de emagrecimento através das caminhadas solidárias. Conversamos sobre inclusão social, solidariedade, vida saudável, corridas, alimentação balanceada, projetos para o futuro, mercado imobiliário, consultoria, terraplanagem, Angola, celular, casamento etc. A caminhada foi muito legal. Indiquei a ele o mesmo aplicativo de celular para avaliar caminhadas/corridas, com indicação de velocidade (máxima, mínima e média), calorias, distância etc. Ele ficou tão empolgado que baixou o app para testá-lo na hora.
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 6,4 km em ótima companhia!!!! Valeu demais, Felipe Paz!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje meu sogro preparou mais uma moqueca, mas com bem menos pimenta do que aquela da ultima vez (ainda assim, ardeu!). Com uma iguaria tão leve (repleta de pimentões coloridos), felizmente não passei mal na caminhada (que rolou exatamente 1h depois. Como já não tenho vesícula, o perigo era caminhar até chegar em Chicago ou Boston.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Confesso que não fiz a mínima questão de apressar o passo da caminhada, por medo de sofrer uma congestão (herança cultural canhotinhense). Nos primeiros quilômetros, senti umas pontadas no estômago, mas consegui me adaptar e vencer. Mhuahahahaha!!!!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito