sexta-feira, 31 de maio de 2013

Dia 207/365

A CAMINHADA


Hoje, a 207ª caminhada da Dieta da Rede Social voltou finalmente para o horário matinal e contou com a maravilhosa participação da minha sócia Aline Feitosa, alter ego da "Trago Boa Notícia" assessoria de comunicação e Redes Sociais. Nos chamamos de "sócios" por causa de um projeto antigo que ela tocou durante algum tempo, intitulado "Feijão com Arroz" - que tinha a proposta de promover uma capacitação de culinária saudável  para que empregadas domésticas secretárias do lar saíssem literalmente do "arroz-com-feijão", no sentido figurado, claro (até porque o feijão e o arroz são unanimidade entre os nutricionistas). Eu curti tanto o projeto que acreditei cegamente que Aline ia ficar rica, por isso de antemão me autointitulei seu sócio. Mas o talento de Aline para assessoria e produção cultural a ocupou demais com o mundo do showbiz, daí o Feijão com Arroz ficou em segundo plano. Mas nossa sociedade nunca se desfez! Mhuahahahhaaha!!! 
E assim, Aline me trouxe muitas boas notícias na manhã de hoje, com seu alto astral e tranquilidade. Conversamos sobre família e filhos, os privilégios de se morar numa casa, como mesclar lazer e trabalho na medida certa, la hora de la siesta (também sou desses!) em  redes preguiçosas, cajueiros e mangueiras no quintal, cães, churrascos, piscininhas, bons vizinhos, veraneio, shows, serigrafia, academia, chuva (nessa hora caiu um toró inesperado no Parque 13 de Maio, nos pegando desprevenidos), nuvens passageiras, sociedades, despesas, planos de saúde... e de repente, tal como a chuva, passaram por nós dois ladrões correndo em disparada, depois de praticarem um roubo. Na fuga, deixaram até os sapatos para trás. Continuamos caminhando como se nada tivesse acontecido, falando de violência urbana, vacilos, insegurança... Depois, subimos novamente o astral e canalizamos nosso papo para viagens, Festival de Inverno de Garanhuns, risadas etc. Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 7,1 km (uêpaaaa!!!???) em excelente companhia!!!! Valeu demais, Aline/Trago Boa Notícia!!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Em vez do inhame velho de guerra (não guardei na geladeira, por isso fiquei na paranóia se o bicho tava estragado), recorri ao tostex de pão multigrãos com fatias finíssimas de queijo de manteiga (uêÊEEita, esculhambação!!) e um copázio de café-com-leite para acompanhar. Já no trabalho, tomei bastante água. 


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Este é o terceiro dia que tenho desconfiado seriamente da ferramenta de mensuração de sacrifício chamada Endomondo Sports Track, que uso desde os primeiros dias deste projeto de caminhadas. Acontece que o GPS deve estar desregulado, pois tenho caminhado muito mais do que ele vem marcando. O voluntário de ontem, por exemplo, jurou de pés juntos que a gente tinha feito 11 voltas no Parque da Jaqueira, e no entanto o GPS marcou apenas 9,1 km. Hoje, caminhamos exatamente por DUAS HORAS e o danadinho só registrou 7,1 km (quando, pela minha média, eu teria feito pelo menos 12 km em duas horas). E assim, remando contra a maré tecnológica, sigo em frente - só esperando a chuva de críticas.  Qualquer um pode ver na foto ampliada, como estou ensopado de suor! Mhuahahahahaha!!!!!

quinta-feira, 30 de maio de 2013

Dia 206/365

A CAMINHADA


Hoje o voluntário foi um grande amigo dos bons tempos de adolescência, Sérgio Fontenelle: administrador e cursando "Comércio Exterior". Nos conhecemos em Garanhuns, a Suíça Pernambucana, onde ele morou durante quatro anos por causa da transferência do pai bancário. Lá, ele ficou amigo do meu primo (residente local) e eu era um visitante no período de férias. Seu apelido, naquela época, era Peixe-boi. kkkkkkkkkk. Pois é, depois de todos esses anos reencontrei Peixe graças ao Facebook. Ele está morando no Recife, por isso não foi difícil marcar a caminhada em prol desta Dieta da Rede Social. Botamos 20 anos de conversa em dia, falamos sobre carros (chevette, pampa e monza, especificamente), cachaças, mulheres (as nossas), amigos do passado, farras inesquecíveis regadas a vinho Carreteiro, Festivais de Inverno etc e tals. Foi massa!!! Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 9,1 km em excelente companhia (e só paramos porque o parque ia fechar). Valeu demais, Peixe-boi!!!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje eu comi inhame com ovo pela manhã, salmão com arroz integral no almoço, inhame com queijo de manteiga (uêpaaaa!!!!) no jantar e um copo de leite no pós-caminhada. Destaque para o meu novo aplicativo "TecnoNutri", que me manda beber 200 ml de água a cada hora. Sucesso de hidratação! kkkkkkkkk


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Hoje falamos bastante sobre bebida. Incrível como a idade nos deixa moles maduros. Aos 18, bebíamos garrafões de 5 litros de vinho carreteiro, para espantar o frio garanhuense. Hoje, conversávamos sobre há quanto tempo não tomávamos uma cana de verdade. Ele, trocou o vinho safado pela vodka importada; e eu, estou há meses numa vibe "saquê" geladinho. Mas com uma diferença: agora eu só bebo o necessário, somente o necessário. Aprendi com o urso Balu, o tutor de Mogli. ;)



quarta-feira, 29 de maio de 2013

Dia 205/365

A CAMINHADA


Hoje a caminhada desta Dieta da Rede Social aconteceu de uma forma inusitada. A voluntária, Geysa Barlavento (dançarina, atriz, arte-educadora, gerente das Saladerias dos Espaços de Meta Unic) teve a brilhante ideia de me convidar para caminhar na esteira da academia Unic Casa Forte, e experimentar um dos melhores alongamentos de todos os tempos (entre os que já fizeram em mim até hoje, Mhuahahhaa). Pois bem, sob o sol do meio-dia, naquele ar-condicionado freeeesco da academia de rico, tive a ótima oportunidade de caminhar e conversar animadamente a bordo de uma esteira de última geração. Falante tanto quanto eu, Geysa me contou sua longa e interessante história, desde a formação como bailarina à docência em escolas particulares, passando pelo teatro, palhaço Chocolate, Galinha Pintadinha, namoro, noivado, trabalhos, gastronomia etc. Foram muitos minutos tagarelando sobre praticamente tudo e muito mais! Estranhei um pouco a esteira, mas não tive maiores problemas para manter o espírito da Dieta da Rede Social, tagarelando lado a lado com minha voluntária. 
Ao final do exercício, fui presenteado com um alongamento feito por um super personal (desculpe, camarada, esqueci seu nome!) que pegou literalmente no meu pé e puxou, esticou, entortou, enfim, alongou muito profissionalmente. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 8,1 km em 1h30 na esteira V.I.P, parte deles em excelente companhia !!! Valeu demais, Geysa Barlavento (você honrou o nome da família, pois sua irmã Layla adoeceu no dia marcado)!!!!!!! Valeu muitíssimo, prezado personal anônimo!!!!






COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Já que usei a estrutura da Unic, achei de bom tom dar uma contrapartida financeira à empresa, e almocei por lá. Na Saladeria, pedi uma deliciosa salada de folhas e legumes com tilápia grelhada. Para o lanche da tarde, levei pra viagem uma saladinha de frutas.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Voltar ao ambiente de academia me lembrou da saudosa Academia do Centrão, um antro de culto ao corpo para os menos abastados moradores do centro decadente do Recife, que frequentei no início dos anos 2000, quando eu era liso (se fui pobre, ainda me lembro). Frequentada também por estivadores, vigilantes e policiais, a Academia do Centrão rendia uma tese de doutorado pra qualquer antropólogo. Lembro do extraordinário aviso em letras garrafais, no vestiário masculino: "FAVOR NÃO GUARDAR NOS ARMÁRIOS NADA QUE POSSA COMPROMETER A ACADEMIA". Mhuahahahhahahahaha! eu não podia ver aquela placa que caía na gargalhada.  E assim, fui feliz por longos meses malhando e me divertindo na Academia do Centrão, e só deixei o lugar porque perdi a chave do meu armário. Mhuahahahahhahahahahahha!!!!!!

terça-feira, 28 de maio de 2013

Dia 204/365

  CAMINHADA

Hoje caminhei com o carnavalesco Jamesson Tavares, do Clube Lenhadores.  Formado em Geografia e pós-graduado na "Geografia do Frevo" (título real de seu TCC), Jamesson respira cultura 24h por dia, e de tão apaixonado pela música popular carnavalesca,  goza de excelente saúde aos 57 anos, por isso ele não hesitou nem por um segundo quando o convidei para caminhar. E, apesar de eu estar com as minhas roupas apropriadas para malhação na mochila, achei por bem acompanhá-lo também no visual mórmon-arrumado depois de um dia de trabalho. Conversamos sobre família,  cachaça,  trabalho, mestrado e doutorado,  aluguel de carros, a história do frevo e dos clubes "Lenhadores" e "das Pás" etc. Incrível,  mas o meu amigo é tão acostumado a frevar e bater perna por aí,  que pra ele uma caminhada a mais não faria a menor diferença. Ele nem suou!
Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 10, 51 km em ótima companhia! !!!!! Valeu, Jamesson!!!!!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Café e jantar iguais a ontem, e para o almoço, uma singela fatia de lasanha (UEpaaaaa!) , feita pelo meu sogro - que por acaso é italiano. Kkkkkkk



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI. ..


Contrariando aquela máxima que diz "negro quando pinta, três vezes trinta" , referindo-se à longevidade da raça manifestada no não-embranquecimento do cabelo (ou melhor, no embranquecimento tardio), Jamesson jura que tem 57 anos e sempre conta a história de sua mãe "de 107 anos" ainda viva,  que com mais de 50 anos deu à luz este meu amigo. 

segunda-feira, 27 de maio de 2013

Dia 203/365

A CAMINHADA

Hoje tive o enorme prazer de caminhar com a advogada Karla Guareschi, que se compadeceu da minha quase-solidão e resolveu me acompanhar no Parque da Jaqueira. No comecinho  deste projeto já havíamos caminhado, embora na ocasião ela tenha figurado apenas como "namorada do meu voluntário oficial", então agora finalmente ela teve a oportunidade de um momento só seu. Kkkkkkkkk. Conversamos bastante sobre trabalho, vida de advogada, trânsito intenso, longas distâncias, viagens, Nova Iorque, celulares, frio, chuva, sobrepeso, planos futuros, concursos, ritalina, apoio familiar, Minha Casa Minha Vida, feira de alimentos em Chicago, irmãs, corridas etc.  E por falar em correr, Karla aceitou o desafio de "correr 100m e andar 100m", me acompanhando nessa instigação (somente na ultima volta, é verdade) até que finalmente a endorfina fez a sua mágica e nos deixou semi-dopados de cansaço. 
Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 9,61 km em maravilhosa companhia!!!!  Valeu demais, Karla!!!!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

O dia começou com um copázio de café-com-leite e um sanduíche de ovo no pão multigrãos. No lanchinho da manhã, suco de graviola. Para o almoço a opção caseira foi um delicioso feijão preto com arroz e uma colher de farinha de mandioca, uma coxa de frango assado e um pouco de repolho roxo e alface. No jantar encarei um sanduba natural de atum com cenoura e cebola refogada.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Por incrível que pareça, apesar da mão de obra que é escrever o texto à noite, tenho adorado caminhar nesse horário, pois a musculatura realmente repousa depois do exercício. Durmo sempre muito bem! ;)





domingo, 26 de maio de 2013

Dia 202/365

A CAMINHADA

Hoje eu tive a honra de caminhar com um dos meus ex-colegas mais estudiosos do curso de Direito, o funcionário público concursado (antes de se formar!) Victor Barbosa Pimentel. Além de bom aluno, Victor é também bom amigo - e interrompeu uma farra às 23h para não dormir demais e correr o risco de se atrasar para a nossa caminhada, que aconteceu em Boa Viagem. Sem demagogia, sou fã desse menino (treze anos mais novo que eu) porque ele é um cara extremamente organizado, correto e humilde. Eu, no lugar dele, já estaria devendo uns 20 mil. Kkkkkkkkk.
Nos encontramos nas proximidades do Primeiro Jardim e seguimos em direção ao Parque Dona Lindú conversando sobre responsabilidades, estudos, a teoria da premiação por esforço, concursos, professores de Direito, pais-modelo e criação à moda antiga, chuvas no Recife, alagamentos e prejús automobilísticos, cervejas, futebol, internet, Justiça comum,  televisões, recall, academias de ginástica, professores desatentos, bicicletas, maratonas, acidentes, medicina internacional, fé e gratidão. Rapaz, a gente falou basicamente sobre tudo e um pouco mais. Quando chegamos ao Dona Lindú tivemos a grata surpresa de encontrar a madrinha desta Dieta da Rede Social, Helena Amaral, que é amiga da avó de Victor - e por isso foi muito bem-vinda para sair na foto conosco.
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 11,6 km em excelente companhia!!! Valeu demais, amigo Victor!!!! Valeu demais tê-la encontrado também, Helena!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Hoje baixei um aplicativo que diz a quantidade de calorias consumidas e sugere dietas. E assim, comecei o dia comendo um suculento inhame com duas pontas de faca de manteiga (uêpa!), e café-com-leite, só para variar. Kkkkk. No almoço, bife frito com suflê. Para o jantar, repeti o cardápio do breakfast. 



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Esqueci completamente de usar protetor solar na caminhada de hoje (aliás, eu sempre esqueço!) e agora estou com o calumbi (o mondronguinho dos bois da raça Zebú) bem avermelhado! Agora é aliviar o ardor com um banho gelado e dormir sossegado com a sensação do dever cumprido e comprido (ainda faltam 163 dias de projeto!). 



sábado, 25 de maio de 2013

Dia 201/365

A CAMINHADA

Hoje eu comecei a caminhada sozinho mas acabei acompanhado por dois voluntários-surpresa: Felipe Risadinha, advogado; e Maria Luiza Borges, jornalista. Ele eu conheci nos corredores do curso de Direito, e ela foi minha chefe durante os quatro ótimos anos que passei na Editoria de Economia do Jornal do Commercio. Quando encontrei Risadinha correndo no parque, logo pensei: "o que motivaria alguém magro, jovem e solteiro a correr forte durante mais de uma hora, sozinho, em um sábado à noite?" Aposto que a resposta tem a ver com a adrenalina, endorfina, dopamina, ou seja, a droga da vida saudável. Risadinha corria no sentido contrário ao meu (na verdade, a mania é minha, de andar na contramão) por isso nossa comunicação se dava durante exatos 5 segundos a cada encontro. Nenhum de nós lembrava do nome do outro, pois na nossa época da universidade ele só me chamava de "Jornalista" e eu o chamava de "Risadinha". Hoje não foi diferente: "Bora, Jornalista!", me cumprimentou na primeira volta. "Bora caminhar?", eu disse, na seqüência. "Eu tô treinando", desconversou, na terceira rodada. Daí por diante, passei a convidá-lo na base do bulling construtivista: "Tu morre, mizéra!", "meu irmão, se ligue...", "É sério, pare enquanto é tempo, doido!" Até que na última volta de corrida, ele já botando todos os bofes para fora, não segurou a gargalhada quando eu disse que ele já estava parecendo um MULAMBO, de tão cansado. E foi só então que a caminhada passou a ser a dois. Conversamos sobre o curso, a OAB, concursos, vida saudável e toda essa instigação dele para "treinar" (como ele chamou a corrida), meu projeto da Dieta da Rede Social (que ele conheceu pelo Globo Esporte), etc. Estávamos nesse ponto da conversa quando apareceu Maria Luiza, também correndo, numa vibe SuperSaúde (eu já a havia encontrado outro dia, de bike), e juntou-se a nós para elevar bastante o nível do debate. Enciclopédia viva, ela sabe muito sobre tudo, tanto que contribuiu sobremaneira para ilustrar a minha paranóia hipocondríaca sobre "radiação nos alimentos" e defensivos agrícolas, também conhecidos como agrotóxicos. Daí para os projetos de aposentadoria demos um salto de 15 anos: eu quero ter uma terrinha pra plantar, criando uma vaquinha chamada SaraLee, alimentada somente com capim orgânico; e Maria planeja ganhar o mundo numa expedição sem data pra terminar, indo do Pólo Sul ao Pólo Norte com a ajuda de um 4x4. Em tempo: Minha terrinha não precisa passar de 100m x 100m. Pois é, eu sonho um futuro baratíssimo. Mhuahahahaha!!!!
Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 10,2 km em ótima companhia!!!! Valeu, Risadinha!!! Valeu, Maria!!!!


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Comecei e terminei o dia com inhame e manteiga (pela manhã ainda acrescentei um ovo mexido). No almoço, comi um croquete de soja com pene (apenas um macarrão, no singular) com tomates e manjericão. 


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


A caminhada noturna qu se tornou freqüente está finalmente com as horas contadas. Amanhã, quem diria, volto à rotina de agendamentos diurnos. Espero dormir legal, para não deixar o voluntário esperando. :)


sexta-feira, 24 de maio de 2013

Dia 200/365

A CAMINHADA

E assim chegamos aos DUZENTOS DIAS de Dieta da Rede Social!!! Eu que caminho mas é o tempo que voa: desde que estendi a mão para o Primeiro Voluntário, naquela manhã de 06 de novembro de 2012, já passaram-se 4.789 horas, ou 287.320 minutos, ou 17.239.200 segundos, mas tenho a plena convicção de que não fora perda de tempo. Hoje foi dia de pesagem, por isso fiz questão de voltar do trabalho pra casa andando, para que já valesse como a caminhada do dia. Eu queria otimizar justamente o meu tempo, para me pesar o mais rápido possível. Caminhei com uma pesada mochila nas costas e trajando calça jeans e camisa social, além de um sapato inadequado - mas a vontade de chegar em casa e agilizar a logística da caminhada era enoorme. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 8,2 km na salvadora companhia do Menino Jesus. Mal pisei em casa, tomei meu banho e vesti o traje habitual de pesagem (short, camiseta e tênis) para ir à balança da farmácia. E mal pude acreditar no que vi:


Pois é, no comparativo com a pesagem anterior foram exatos 4 kg a menos. Já no acumulado dos 200 dias desse sacrifício absolutamente suportável, chegamos à impressionante marca dos 26,7 kg!!! É vinte seis e setecentos! Vinte seis e setecentos!!! 
Dá para acreditar que apenas 13,3 kg me separam da minha meta inicial, traçada para o final dos 365 dias? In-crí-vel!!!!

COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Pela manhã, comecei o dia com banana, iogurte e café-com-leite. No lanchinho da manhã, apenas uma fatia de pão de centeio. Meu almoço hoje foi de pedreiro: arroz com feijão preto e farinha de mandioca, com dois bifes de Picanha Suína (UÊÊÊPAAAA!!!!). Para desentalar, suco de graviola. Agora no jantar, visitei o Primeiro Voluntário para dar-lhe a boa noticia da pesagem e comi um delicioso antepasto de berinjela com um patê de queijo aerado ao pesto, bebendo uma dose de Pitú Gold. Jantei boniiiito!!!


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Quando eu vi a balança não segurei a gargalhada, afinal, estou deitando e rolando com uma dieta nada radical, e os resultados sempre foram decrescentes. SEMPRE! Ou seja, a formula mágica  da caminhada é meramente matemática: queimar pra perder. Desse jeito eu vou acabar ficando sarado e rico (quando escrever o livro e der palestras motivacionais). Kkkkkkkkkkkkkkkkk


quinta-feira, 23 de maio de 2013

Dia 199/365

A CAMINHADA

Fazia tempo que eu não dava duas de uma vez. Quer dizer, a bem da verdade a caminhada foi uma só, mas tive duas companhias muito especiais que me botaram para suar como nunca: a fisioterapeuta Lorena Albuquerque e a comerciante Sônia, ambas corredoras habituês do Central Park do Recife (nos mesmos dias e horários, mas não se conheciam, vejam só!). Lorena é minha vizinha do prédio do lado, enquanto Sônia eu conheci no parque porque acabamos sincronizados no mesmo exercício de "correr 100 m, andar 100 m". Mas isso foi só depois de correr forte com Lorena uma meia maratona (meia volta na pista de cooper). Eu não imaginava que ela era uma corredora profissional e me lasquei pra acompanhar, aí resolvi voltar à caminhada para recuperar o fôlego. Foi então que vi Sônia na pisadinha do "100walk x 100run" e esperei ela completar uma volta completa na minha frente enquanto eu estabilizava a minha respiração na caminhada. Quando sincronizamos, comecei a acompanhá-la. Conversamos sobre sacrifícios, já que ela vem num processo de emagrecimento que supera os 35 kg. Ela tem uma pequena distribuidora de bebidas e não hesitou em gastar uma pequena fortuna para fazer plástica de barriga e botar silicone nos seios, há três meses, depois que conseguiu emagrecer caminhando e correndo. "As pessoas dizem que da vida nada se leva, mas eu sei que vou levar meu dinheiro pro caixão, na forma de duas próteses de silicone e minha barriga linda. Eu me amo agora, e antes detestava minha barriga", disse, feliz.
Lorena correu fortíssimo (sozinha) e depois juntou-se a nós para fazer o 100 x 100 e enriquecer a conversa.  Como a endorfina sempre destrói meu filtro de temperança joguei a polêmica no ventilador à queima-roupa: "Quem é o arquiinimigo do fisioterapeuta? O profissional de Educação Física metido a fisioterapeuta, ou o médico que dá uma de fisioterapeuta para não perder tempo? Mhuahahahahahaha". Lorena disse que geralmente nenhum dos dois procura substituir o fisio, mas que os médicos às vezes "sugerem" como deve ser feita a fisioterapia. E me ensinou a fazer um super alongamento, facílimo, para o antes e o depois das caminhadas. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 11,2 km em especialíssima companhia!!!!

Bendito sou (que tenho amigos) entre as mulheres: Sônia, à esquerda; e Lorena, à direita.


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Pela manhã eu estava meio fastioso, por isso fiquei somente no café-com-leite, iogurte natural e duas bananas. Para minha sorte, quando passava por Casa Amarela a caminho do trabalho, me deparei com o cara que vende salada de frutas numa motoca cinqüentinha e comprei duas para viagem: uma comi às 10h30 e a outra às 17h. Mas antes disso almocei uma deliciosa salada de folhas, kani, abacaxi, manga e mussarela queijo branco de búfala, acompanhada de um mate batido com limão. À noite, no pós-caminhada, encarei quatro fatias de torradas bauducco multigrãos com sardinha e requeijão. Água de coco para arrematar este dia tão saudável. Kkkkk


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Gente, correr é bom, mas ainda prefiro caminhar. Tudo bem que devo ter suado o quádruplo, queimado o triplo de calorias e  perdido uns 5cm de gordura abdominal, mas em nada acrescenta numa caminhada a dois (ou três) se a gente não tem fôlego para conversar. Como eu sou um atleta que também malha língua, prefiro não abrir mão da troca de experiências, pois assim todo dia aprendo alguma coisa. Né?



quarta-feira, 22 de maio de 2013

Dia 198/365

A CAMINHADA

Hoje eu quase repeti um voluntário, a partir de uma enquete de ultima hora que fiz no Facebook à procura de uma companhia inédita. No post, estipulei o prazo de uma hora para arregimentar um caminhante e nesse intervalo vários ex-voluntários começaram a interagir, querendo bis. Ao primeiro que se recandidatou, prometi a primeira suplência caso nenhum novato se apresentasse. Eis que uma amiga inédita tirou uma brincadeirinha com "meu luxo de escolher", e eu imediatamente lhe fiz o convite (que foi elegantemente negado, com promessa de aceitação futura). Então, outra ex-voluntária que acompanhava o debate botou pilha naquele que seria o primeiro suplente - dizendo que eu o havia dispensado publicamente. Como todo jornalista tem a autoestima lá na estratosfera, ele substituiu minha companhia por umas cervejas para acompanhar o jogo do Náutico. Ou seja, nem inédito, nem ex-caminhante suplente.
E assim, sobrou para o Menino Jesus a minha agradável companhia. Mhuahahahaha!
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 11,05 km em 1h45 minutos. Acho que valeu, né?  ;)

O suor da camisa projetando um enorme coração. 


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Café-com-leite acompanhando sanduíche de ovo no pão de centeio, pela manhã; uma enorme salada de folhas, frango grelhado, tomates-cereja, mussarela etc com suco de kiwi, no almoço; e duas bananas e um iogurte de laranja, cenoura e mel, no jantar pré-caminhada.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Essa história do Face acabou abrindo um precedente para que a partir de agora eu flexibilize essa regrinha de não repetir voluntários. Bem, a intenção era não repetir para que o relato no blog não soasse repetitivo. Mas como é melhor andar acompanhado, vamos às novas regras: nos dias que eu não tiver voluntário, farei outras enquetes no Face, a procura de companhias inéditas. Caso ninguém se habilite, eu caminharei com o primeiro ex-voluntário a se manifestar (desde que seja para o local que eu escolher previamente para caminhar). E deixo logo o aviso: a prioridade é sempre dos inéditos, por isso não tomem isso como "humilhação". ;)

terça-feira, 21 de maio de 2013

Dia 197/365

A CAMINHADA

Hoje caminhei com o jornalista Alexandre Yuri, que tenho como referencial de homem trabalhador, responsável, ético e de personalidade forte. Nos conhecemos há uns quinze anos, na Folha de Pernambuco, e como Recife é um ovo, vez por outra nos encontramos por aí. No inicio da noite, quando o convidei para a caminhada, fui logo avisando que estou com uma virose, ao que ele respondeu: "eu também! Vamos nessa!". Pois é, quando escrevi que ele tem personalidade forte, quero dizer que o cara é uma espécie de Seu Lunga com 40 anos, péro sin perder la ternura jamás. Mhuahahahahahaha!
E assim, sob a saudável brisa marinha da praia de Boa Viagem, começamos nossa malhação conversando sobre filhos, familia, despesas, jornalismo, fuleiragens alheias do passado, babados presentes, gastronomia, mercado imobiliário, bikes de mil contos etc. Incrível como meu amigo caminhou forte, mesmo gripado. Em ritmo acelerado, fomos da Padaria Boa Viagem até a fronteira de Brasília Teimosa, e voltamos até depois do Atlante Plaza para, enfim, retornar ao ponto de partida. Vale ressaltar que o cara é bastante popular, pois encontrava conhecidos a cada 500 metros.
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram exatos 8,88 km em excelente companhia!!! Valeu demais, Alexandre Yuri!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Hoje continuei na dieta desingripante, começando o dia com inhame com ovos, almoçando arroz com feijão e bife acebolado, e jantando macarrão integral com atum. Nos lanches, iogurte de laranja, cenoura e mel, e ocasionalmente água de coco. Amanhã já arrisco ir para o trabalho, abraçar meus colegas. Kkkkkkkkkkkk.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Quando meu amigo Alexandre comentou que acha este blog divertido, me veio um insight sobre a possibilidade de, no futuro, dar palestras motivacionais não somente a gordinhos, como também executivos, concurseiros, drogados e/ou depressivos (não tenho preconceito com o dinheiro de ninguém), contando sobre este meu projeto e adaptando-o como "lição de vida" para diversas situações onde a superação premia o esforço. Gente, eu fiquei curado caminhando!!!!



segunda-feira, 20 de maio de 2013

Dia 196/365

A CAMINHADA

Desmarquei a caminhada matinal para investir fortemente na minha recuperação (física, já que a psicológica não tem mais solução). E assim, passei o dia de hoje completamente dedicado aos fármacos, vitamina C, peixe, caldo de feijão, frutas e muito carinho familiar. À noite, ainda longe de estar com minha disposição acima de 50%, insisti na minha querida Dieta da Rede Social e rumei para o Parque da Jaqueira, determinado a caminhar pelo menos 4 km, alimentando a mesma teoria ilusória de ontem, de que o suor da atividade física expurgaria minha doença. E foi aí que tirei a sorte grande, encontrando uma companhia de altíssimo nível intelectual: o Prof. Dr. Adriano Batista Dias, Engenheiro Mecânico e mestre em Economia pela UFPE, doutor em Economia pela Vanderbilt University (EUA) e pesquisador da Fundação Joaquim Nabuco. Um verdadeiro mestre, sensei e guru, capaz de silenciar uma platéia indócil de pré-vestibulandos de escolas públicas - isso realmente aconteceu, durante palestra na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2012. Na ocasião, ele falaria sobre Aquecimento Global (uma de suas especialidades) e diante da platéia que gritava e "tocava o terror", simplesmente disse: "o sol vai explodir e toda a vida na Terra desaparecerá". Fez-se um silêncio sepulcral, imediatamente. E o mestre continuou: "isso vai acontecer daqui a milhões de anos", e então teve toda a atenção da platéia para uma palestra riquíssima em conscientização para amenizar os efeitos do aquecimento global. Na nossa caminhada, ele derrubou mitos polêmicos como o uso das energias "limpas" como a fotovoltaica (placas solares) e os carros elétricos, chamando a atenção para a produção das baterias de armazenamento que têm alto custo para o meio ambiente e precisam ser trocadas a cada cinco anos. Falou também sobre uma idéia que achei fantástica para atender à demanda viária dos milhares de ciclistas: utilizar vias locais secundárias ou terciárias somente para as bikes, costurando a cidade inteira. Essas vias teriam bloqueios com gelo baiano a cada dois quarteirões, possibilitando que os moradores não deixem de utilizar seus carros para chegar e sair de casa, mas priorizando o uso das bicicletas (que passariam pelo meio do bloqueio). Foram tantos outros assuntos interessantes que nem senti o tempo passar, tampouco o esforço.
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 7,2 km em extraordinária companhia!!!! Valeu demais, Professor Adriano!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje caprichei na dieta, para ajudar meus anticorpos. De manhã, pão multigrãos com ovo mexido (que é forte!), no almoço comi peixe, salada e arroz com feijão e à noite jantei sopa de peixe, bebendo suco de laranja (antes da malhação) e agora escrevo enquanto traço um sanduba natural de atum. :D.

VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Pois é, a febre vai e volta, o couro cabeludo ainda dói, mas eu sinto que a caminhada me fez muito bem! E não se preocupem que tomei o cuidado de manter uma distância segura para o meu acompanhante não pegar a virose. Amanhã tem mais (assim espero)!



domingo, 19 de maio de 2013

Dia 195/365

A CAMINHADA

É com imenso pesar que comunico a vocês que sucumbi à virose braba que acomete toda a minha família. Comecei a sentir a moleza no corpo ao meio-dia e ainda forcei a barra para caminhar à noite, na vã ilusão de que "o suor expurgaria a doença pelos meus poros". Não expurgou. O resultado, pós caminhada, foi uma febre seguida por uma enorme sensação de fraqueza - em parte por causa da malhação, claro. Estou preocupado com o dia de amanhã: conseguirei cumprir meu projeto?  Medo do futuro! 
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 9,89 km de Casa Forte à Rua da Aurora, com direito a cinco voltas dentro do Parque da Jaqueira, para contaminar os outros. Mhuahahahahahahahah!!! 




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

No finalzinho da manhã, ao perceber que a gripe/virose estava ameaçando me derrubar, investi R$ 5 em 10 caríssimas laranjas no mercadinho da vizinhança e passei a tarde inteira fazendo e bebendo suco. Eu estava tão fraco que tive dificuldade até para espremer manualmente as laranjas. Repeti agora à noite e posso garantir-lhes que não adiantou p... nenhuma. Kkkkkkkkkk



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Esta semana vai ser difícil, mas tentarei manter as caminhadas ( num ritmo bem reduzido, à metade, para não correr o risco de desmaiar no meio da rua, como quase aconteceu hoje). Estou pensando em fazer apenas 4 km, que foi o esforço inicial dos primeiros dias desta Dieta da Rede Social. Pois é, eu sou muito louco!




sábado, 18 de maio de 2013

Dia 194/365

A CAMINHADA

Hoje eu caminhei com a jornalista Natália Kozmhinsky, que chegou na condição de voluntária-intimada mas ao final de duas horas e meia de conversa saiu ocupando o posto de minha ídola incontestável. Gente, a admiração que passei a ter por ela beira o fanatismo religioso. Natália abriu meus olhos para uma série de dúvidas existenciais que me atormentavam como pai e educador, a respeito do Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), citando exemplos familiares (dela) que me fizeram compreender muito melhor essa patologia que acomete levemente um dos meus três filhos, e também as alternativas de adaptação sem fazer uso de medicamentos (essa foi a nossa escolha, sem tarja-preta). Objetiva, sincera e tranqüila, a voluntária da vez foi a terapeuta que eu pedi a Deus para aliviar meu peito e acalmar a tosse. Falou que tem dois casos de TDAH na família e que os portadores convivem muito bem com isso, embora a falta de concentração ainda custe um prato ou copo quebrado de vez em quando (na rotina diária de lavar a louça), ou ainda uma exótica aplicação de lustra-móveis na pele, por engano, achando que era protetor solar (caso único, sem repetição). Na família dela nenhum dos dois portadores do transtorno chegou a tomar medicamentos, mas nem por isso deixaram de conseguir viver suas vidas alegremente, com a ajuda de uns exercícios de "foco", incentivos de parentes e cônjuges, e às vezes tendo que lidar sozinhos com o problema. "Todo mundo tem algum defeito, não existe a perfeição", como bem disse o compositor Toquinho. O segredo da felicidade é aprender a aceitar os nossos e os dos outros. Natália chegou a filosofar fazendo uma crítica social muito pertinente, aplicável ao estilo de criação "sem frustração" que a gente tem visto hoje em dia, ou seja, a cultura de não fazer com que as crianças sofram e assim deixem de aprender com seus erros. Minha querida voluntária explicou que "ao satisfazer todas as vontades, agimos na ilusão de que estamos evitando uma frustração, quando na verdade as frustrações passam a demandar mais e mais atenção, proteção, premiação - até atingir um nível de frustração impagável, insaciável, irremediável. O papo-cabeça prosseguiu sobre jornalismo, mercado imobiliário, práticas saudáveis, joelhos, academias, política, economia e veículos. Mhuahahaha. Foi uma das melhores caminhadas que fiz! Amei!
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram mais de 11 km em extraordinária companhia!!!! Valeu demais, Natália!!!! Fizemos a foto pelo celular dela, já que o meu havia descarregado, mas ela não conseguiu mandar a imagem a tempo da postagem. Amanhã eu atualizo. Opa!!! Mandou agora!




Meu celular descarregou aos 8,42 km, mas andamos ainda uns 40 minutos. 
Ou seja, estou contando "mais de 11" mas eu tenho quase certeza que passamos dos 12 km.


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje comi mal, admito. De frutas, apenas a banana de lei, antes da malhação. Almocei costela de boi no bafo (UÊÊÊPAAAA), feijão verde e arroz, lanchei granola e jantei um sanduba natural de sardinha e requeijão no pão de castanha.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Hoje eu caminhei tão interessado que só vim sentir as pernas quando finalmente parei. Agora eu tô aqui, acabado! Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!!!



sexta-feira, 17 de maio de 2013

Dia 193/365

A CAMINHADA

Hoje tive a companhia especialíssima da designer Andréa Aguiar, esposa do Primeiro Voluntário a participar deste projeto da Dieta da Rede Social (no dia 1/365, claro!). E que pena que justamente no dia da caminhada de Déa, São Pedro não deu trégua, fazendo com que a coitada sofresse debaixo d'água, dividindo comigo o único guarda-chuva disponível (o meu, tamanho XG). Tive que compensar o sacrifício contando-lhe valiosos babados dos meios jornalístico, empresarial, político, educacional e até familiar de foro íntimo (uêpaaaa!! Kkkkkkkkk), mas pelas gargalhadas que ela deu, acho que pode ter valido a pena o esforço e o risco de pegar uma gripe. Mamãe de primeira viagem, ela ouviu atentamente a minha explicação para a preguiça do pequeno rebento de quase 11 meses de idade em não querer falar (porque ele se faz entender com os sons infantis, e os pais, fascinados por tamanha fofura, fazem exatamente o que ele quer - então, falar pra quê, né? ;D ). Trocamos algumas figurinhas, conversando sobre amor de pai e de mãe, trabalhos, frilas fixos e sazonais, reformas de casa, sacrifícios, viagens, malhação e vida saudável. A bichinha cansou somente no oitavo quilômetro, e como eu estava com o único guarda-chuva, andamos só mais um pouquinho até o carro e paramos por aí.
Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 8,79 km em ótima companhia!!! Valeu muitíssimo, Déa!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje eu comi muito direitinho: inhame no café-da-manhã, pão multigrãos com ovo mexido no jantar (pós-caminhada) e uma super salada no almoço, com arroz 7 grãos. Confiram-na:


 



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Gente, a bruxa da virose tá solta aqui em casa. Depois da minha caçula passar para a mãe, a mãe passou para o nosso primogênito, que está péssimo - com febre freqüente, espirrando, a garganta doendo etc. E assim, com o ciclo médio de três dias para cada doente, eis que acabei fechando a semana de segunda a sexta caminhando à noite. Tenho fé que amanhã essa enfermidade passará - só espero que não passe pra mim, nem para o filho do meio. 


quinta-feira, 16 de maio de 2013

Dia 192/365

A CAMINHADA

Hoje, contrariando as minhas previsões otimistas, não só a minha esposa não melhorou como as crianças também adoeceram. E assim, a operação de guerra para cuidar de menino febril culminou com mais um dia de caminhada fora do script, ou seja, noturna. Para piorar (ou melhorar, dependendo do ponto de vista), hoje tivemos um lançamento de um livro em homenagem a ZéDantas e Luiz Gonzaga lá na instituição onde eu trabalho, com direito a coffee-break regional. Acabei tendo a brilhante idéia de ir a pé pra casa (não sem antes encher a cara com umas caipirinhas que estavam ofertando). Tomei o primeiro copo (o da coragem), depois o da confiança e o da partida. Em seguida, saí disposto a averiguar a distância exata de minha casa para o trabalho e vice-versa. O único inconveniente foi caminhar com calça jeans e uma mochila pesada nas costas. 
Saí do Museu do Homem do Nordeste às 19h e caminhei pela 17 de agosto, Rui Barbosa, Parque da Jaqueira (primeira pausa para tirar água do joelho), Rua do Futuro, Rosa e Silva, Rua do Espinheiro, Rua 48 (segunda ida ao banheiro, na Farmácia BigBen), João de Barros, Mário Melo, Rua do lima e Aurora. Demorei 1h48 minutos.
Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 8,23 km em ótima companhia! Eu me amo e não posso mais viver sem mim!!!!! Kkkkkkkkkkk




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Voltei para o inhameeee!!!!! Pois é, depois de uma noite tão agitada, nada como um suculento inhame com ovos mexidos. Foi ótimo!


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

E assim, chegando quase à meia-noite, cá estou empolgadissimo de sono para escrever. Incrível ter cruzado a Zona Norte em apenas 1h48! Cheguei super disposto e sem frustração!! Mhuahahahaha!!!!






quarta-feira, 15 de maio de 2013

Dia 191/365

A CAMINHADA

Fechando a trilogia de caminhadas noturnas, hoje foi a vez da assistente social Graça Vasconcelos -a Gracinha da Fundação Joaquim Nabuco. Baixinha, porém disposta, encarou o desafio de caminhada solidária nesta Dieta da Rede Social, mesmo tendo malhado pesado na academia, pela manhã. Excelente ouvinte, soube enriquecer a conversa com pontos de vista coincidentes aos meus, em assuntos relacionados à criação dos filhos, escolas, bons exemplos etc. Falamos muito também sobre alimentação saudável, agrotóxicos e mitos orgânicos. Gracinha revelou um desejo antigo de ter um sítio, com uma horta, uma vaquinha e umas galinhas para a subsistência de sua família. Sonhei com ela, imaginando quantas doenças evitaríamos ao abrir mão do estilo "moderno e super urbano" de viver. Como caminhamos na Praça de Casa Forte, logo nosso exercício passou a ter acompanhamento musical - a cargo de uma banda de blues que estava tocando num barzinho. Minha voluntária de hoje fez questão de caminhar até quando agüentasse, descontado o esforço matinal. E assim, somente aos 5 km ela cansou. Eu continuei.
Atividade física concluída com sucesso!!!!!! Foram exatos 10,01 km, metade deles em ótima companhia!!!!!! Valeu demais, Gracinha!!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Pela manhã, acompanhei o menu das crianças e fiz um tostex de mussarela e blanket de peru no pão de castanha da fatia grande. O lanchinho matinal foi uma barrinha de cereal. No almoço, uma saladinha de frango com maçã e abacaxi chapeados, folhas e molho de mel e gengibre. Apenas R$ 11 no restaurante-escola do Senac (#ficaadica). Djiliça! À noite, bem, ainda não sei. Kkkkkkkkkk.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Com algumas risadas que dei esta noite, percebi que não existe diferença entre a caminhada no alvorecer e a da calada noite preta. Aliás, ressalte-se a vantagem noturna de não sofrer com o calor e os raios ultravioleta e infravermelhos do sol sobre a minha melanina gringa. No mais, é tudo igual: boa companhia, ótimos papos e o mesmo suor na camisa. Porém, por questões de utilidade funcional lúdico-terapêutica, ainda prefiro o expediente da manhã para caminhar. E assim, penso que a virose da minha mulher enfraqueceu o suficiente para que ela finalmente retome sua rotina de levar os meninos no colégio (e eu retomarei a minha, de caminhar às 6h). E vamos em frente, para não frustrar ninguém! Mhuahahahaha!!!!!


terça-feira, 14 de maio de 2013

Dia 190/365

A CAMINHADA

Hoje tive a honra de dividir minha caminhada diária com dois colegas da Fundação Joaquim Nabuco: a pesquisadora Ana Abranches e o jornalista e relações públicas Edson Bezerra. Eu havia marcado apenas com Ana, mas encontrei Edson por acaso antes dela e acabamos caminhando os três juntos. Com a voluntária conversei sobre educação, que é sua especialidade. Comparamos algumas fragilidades do método construtivista ante a educação  tradicional, o alto custo do ensino particular, a importância dos pais no aprendizado etc. Aos quatro quilômetros de caminhada, Ana entregou os pontos. Mesmo sendo curta, foi ótima a sua participação. Continuei com meu camarada, e aí a conversa mudou para forró, verso e viola (uêpa!), pois ele é um autêntico arcoverdense apegado às tradições musicais da terrinha. Falamos de vida de interior, fazenda, presepadas, cachaça etc. E assim, em mais uma caminhada noturna no Parque da Jaqueira, malhei bem direitinho.
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 9,14 km em excelente companhia!!! Valeu, Ana Abranches! Valeu demais, Edson Bezerra!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje comi certíssimo. Fibras no café, salada no almoço e fibras no jantar. Lamento não ter encontrado o cara que vende salada de frutas em Casa Amarela, por isso não lanchei.



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Aos 190 dias de projeto, percebo que o esforço maior ja não é a caminhada, e sim escrever o texto do dia. Mhuahahahaha. Pois é, são 23h18 e eu estou aqui, firme e forte digitando no iPhone com apenas um polegar.  É por isso que quando eu ando de noite escrevo pouco. Boa noite!



segunda-feira, 13 de maio de 2013

Dia 189/365

A CAMINHADA
Por causa de compromisso matinal no trabalho e uma forte gripe da esposa, hoje tive que substituir a caminhada da alvorada pela caminhada noturna - e o que é pior, sozinho! Mesmo assim, honrei meu compromisso infarrapável com este projeto de emagrecimento saudável de longo prazo e dei uma carga considerável de esforço, no sentido contrário do fluxo habitual de pessoas, na esperança de encontrar um conhecido ou de alguém me reconhecer da TV. Kkkkkkkkkkkkk. A única conhecida que cruzou meu caminho foi a jornalista Téta Barbosa, que já foi voluntária e hoje simplesmente corre. Muito.
E assim, estou morrendo de sono, por isso vou pular logo para... Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 9,83 km em sagrada companhia (menino Jesus)! 




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje eu cumpri a dieta direitinho, na hora do almoço. Mhuahahahaha. Comecei o dia no sanduba no pão multigrãos, mas almocei uma enorme salada com muitas folhas e kani. Perfect!


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Hoje vou dormir muito bem. Caminhei tanto que estou super Zen. :D



domingo, 12 de maio de 2013

Dia 188/365

A CAMINHADA

Hoje eu malhei de uma forma diferente, em companhia especialíssima. Aproveitando que é o dia das mães, resolvi dar à minha esposa um enorme presente que dinheiro nenhum consegue pagar: sossego. E assim, tirei as três crianças de casa e as levei para um passeio diferente: andar de bicicleta na ciclovia domingueira do Recife. Então, partimos de casa pontualmente às 8h30 - eu e minha caçulinha a pé, e os dois meninos com suas respectivas bikes. Caminhei até a estação do PortoLeve na Rua do Lima e retirei uma bike de aluguel. Saímos pedalando (eu levei a cadeirinha para a minha filha) pela Rua da União, ponte Princesa Isabel, palácio do Governo e Recife Antigo. Depois de meia hora de pedalada, tive que devolver a bike e aguardar 15 minutos antes de relocar outra bicicleta. Nesse intervalo, caminhei levando minha filhota e a cadeirinha no braço. Depois peguei outra bike e pedalei outra meia hora, intensamente. Foram 7, km em maravilhosa companhia! 




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje eu preparei, com a ajuda dos meninos, um singelo café-da-manhã na cama para a minha cara-metade, composto por cartola diet (banana, queijo coalho e canela, sem açúcar), torradas, café-com-leite, iogurte. No almoço, creme de ricota com atum no pão multigrãos (eu não quis encarar o almoço de Dia das Mães). À noite, suquinho de cajá na casa da minha mãe, e um tostex de queijo no pão multigrãos.



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Milhares de leitoras deste blog têm manifestado por mensagens uma critica ao novo modelo de esforço que adotei recentemente, engolindo a corda de outros comentaristas especializados em vida saudável. Segundo os comentaristas Pró+10, eu tenho que caminhar pelo menos 10 km para ter um resultado de emagrecimento constante. Mas as outras milhares de leitoras são partidárias da teoria de que eu não preciso estar me esforçando para caminhar meia hora a mais - bastaria trotar um pouco, a cada três minutos, e assim aumentar o esforço sem acrescer mais tempo. Estou ponderando se vale a pena tentar. Hoje, com a caminhada híbrida mezzo-pés/ mezzo-bicicleta, posso assegurar que o esforço foi muito maior. Subir as pontes com a força do pedal não foi mole. A minha filhota contribuiu com o aumento do meu esforço, afinal, ela pesa 30 kg. ;)


sábado, 11 de maio de 2013

Dia 187/365

A CAMINHADA

Hoje tive o enorme prazer de caminhar com a educadora Adriana Tenório, minha ex-vizinha na Rua Desembargador Francisco Luiz, no bairro do Cordeiro, onde morei dos 17 aos 22 anos, antes de me autodominar e ficar preso por vontade ao casamento. Conversando com minha voluntária matei a curiosidade sobre todos os vizinhos daquela época, já que ela se mudou mas não perdeu o vínculo emocional  com a rua. Fiquei sabendo que o ex-gordinho virou policial fortão, que o aposentado vendeu o chevette, que a senhora que era fã de Hebe Camargo chorou sua morte, que o velho que bebia cerveja quente faleceu, que o outro gordinho virou músico e magro etc. Foi uma nostálgica viagem ao passado, como um filme passando em Supervelocidade e sendo atualizado. Tantas conversas que a voluntária não acreditou na nossa performance rigorosamente apurada pelo GPS. Ah, além da distancia percorrida, vale destacar que choveu durante boa parte do tempo. Isso é que é consideração!
Atividade física concluída com sucesso!!!!! Foram 11,09 km em excelente companhia!!! Valeu demais, Adriana!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Comecei o dia encarando um generoso prato de inhame com ovos. No lanchinho da manhã, um singelo sanduíche de queijo no pão multigrãos. Para almoçar, salada, carne grelhada, alface, tomates e pão sírio integral, com molho caesar. No jantar, novo sanduíche no pão multigrãos.


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Hoje enfrentei novamente o desafio de encarar desarmado um aniversário infantil repleto de frituras e doces. Pior: aconteceu das 10h às 14h, por isso optei por não "almoçar" por lá. Aliás, nas quase quatro horas de tortura, só bebi água. Almoço mesmo, só rolou às 15h30. Até aqui me ajudou o senhor. Mhuahahahahaha!!!!!

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Dia 186/365

A CAMINHADA

Hoje caminhei com um cara que eu só conhecia de vista, dos meus bons tempos no curso de Direito da Unicap: Vanildo Barbosa, professor com licenciatura em Letras e Espanhol, funcionário em atividades burocráticas na maior parte do tempo. Fiz matrícula algumas vezes com ele, e só voltamos a nos encontrar por acaso no Parque 13 de Maio, onde ele caminha esporadicamente. Apesar de sofrer da coluna, Vanildo insiste na caminhada (e faz muito bem). Conversamos sobre vida saudável, vida de professor, vida de jornalista, alto preço por uma educação de qualidade, empréstimos consignados, baixa remuneração. Depois, focamos em caminhadas e alimentação de qualidade, família, amigos, histórias engraçadas, tragicômicas (uêpa!), liberdade e prisão (metafóricas). Foi massa!
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 10,94 km (parte deles em ótima companhia)!!! Valeu demais, Vanildo!!!!



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje comecei o dia com banana, mel de abelha e aveia. Depois da caminhada, um copázio de café-com-leite completou meu desjejum. No almoço, pretendo comer sushi.



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Tem sido mais cansativo incluir pelo menos 50% a mais na minha performance média de caminhada (até então), que era de 6 km, mas acho que está valendo a pena. Chego em casa ensopado de suor (e quando eu fazia 6 km chegava apenas com uma sutil mancha no peito). E vamos em frente!