terça-feira, 11 de junho de 2013

Dia 218/365

A CAMINHADA


Hoje caminhei com Ana Carolina Amaral, programadora (engenheira de sistemas, da mesma turma do voluntário de anteontem - pois é, Recife é um ovo de codorna). Mas ela nem veio por indicação do ex-colega. A voluntária de hoje é a filha "do meio" da madrinha desta Dieta da Rede Social, Helena Amaral. Corredora profissional, Carol só desceu ao meu patamar de reles caminhante porque está no período de regeneração muscular, depois de correr uma singela meia maratona de 21 km no domingo passado (há dois dias!). E assim, nos encontramos às 5h30 na porta da minha casa (voluntário bom é aquele que facilita a vida do gordinho) e saímos "meio na doida", caminhando até o Recife Antigo, voltando pelo centrão do Recife, Rua da Imperatriz, Praça Maciel Pinheiro, avenida Manoel Borba, Rua da Soledade, Conde da Boa Vista, Praça Oswaldo Cruz, Rua Fernandes Vieira, Rua Joaquim Felipe, Rua do Príncipe, Visconde de Suassuna, Parque 13 de Maio e, enfim, de volta à Rua da Aurora. Nesse percurso conversamos muito sobre maratonas, corridas, lesões, quedas fuderosas, bueiros traiçoeiros, intempéries, dietas, pratos lindos de alta gastronomia em porções para passarinhos (made in Helena), Copa das Confederações, Espanha, Itália (uêpa!) e Brasil. Foi massa! Incrível foi o desenho que formamos no mapa, segundo o GPS: um lindo Yellow Submarine, igual ao dos Beatles.
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 8,8 km em excelente companhia!!!! Valeu demais, Carol Amaral!!!!




COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Hoje comecei o dia com três bananas nanicas e depois da caminhada me acabei em duas fatias de pão multigrãos com queijo de coalho derretido. Café-com-leite para desentalar. ;)


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Vocês imaginam o que é correr meia maratona? são 21 km, sem pausa pra nada. Eu fico impressionado com a disposição de pessoas como Carol Amaral, capazes de viajar o mundo em busca de novos desafios maratonescos. Eu sei que caminhar 9 km não é moleza, por isso respeito bastante esses corredores. Na caminhada de hoje, conversamos bastante sobre os riscos de lesões que a corrida pode trazer, assim, resolvi que não devo intensificar muito minhas passadas, pois já apresento um desconforto joelhau chamado "pata de ganso", ou algo parecido. Foi a voluntária que diagnosticou, mas ela não sabe ao certo se o nome é esse mesmo.  kkkkkkkkkk. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito