sexta-feira, 14 de junho de 2013

Dia 221/365

A CAMINHADA


Ontem tive uma surpresa desagradável com meu carro e hoje precisei ir atrás do meu mecânico para resolver o problema, que se resume a "disco e platô de embreagem quebrados", ou seja, pelo menos três dias sem o veículo. E assim, depois de uma manhã de providências automobilísticas, optei por caminhar até o meu trabalho a pé, na hora do almoço, para otimizar meu tempo e desopilar (desestressar, em pernambuquês) minha raiva do cururu (carro velho). Então, saí caminhando pela Rua da Aurora, Avenida Mário Melo, Visconde de Suassuna, cruzei a Agamenon Magalhães, saí pela Rua Amélia, Rosa e Silva, Rua do Futuro, entrei no Parque da Jaqueira e saí na Rui Barbosa, cortando caminho pelo Poço da Panela. Ainda assim, consegui percorrer 8,12 km (economizei 130 metros, kkk). Mas,  apesar de estar caminhando sozinho (aliás, com o prezadíssimo Menino Jesus), tive o imenso prazer de encontrar o amigo jornalista Paródio, na frente do The British Country Club (óóóiaa!). Conversamos por cinco minutos que valeram quase por uma caminhada. Bom demais. 
Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 8,12 km muito bem caminhados!! Valeu, menino Jesus, valeu alter ego!!! Mhuahahahhaha!!!!

vai uma foto tremida da saladinha de frutas aê?



COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Uma das coisas que facilitam o emagrecimento é a rotina. Quando a gente sabe que a ingestão calórica é pequena e insiste nos mesmos pratos,  os resultados aparecem. E assim, sem tirar nem por, a minha alimentação de hoje foi rigorosamente igual à de ontem e de anteontem. :D


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Galera, aqui no Recife recentemente um advogado morreu por causa de um fio de alta tensão solto, caído na calçada, em dia de chuva. Esse sempre foi um dos meus medos, nessa saga diária de caminhadas que nem sempre são realizadas dentro dos parques. Além dos inofensivos cocôs de cachorro e calçadas irregulares, quem caminha pelas ruas precisa estar atento aos fios - não apenas os caídos no chão. Os que ficam pendurados na altura de um ser humano, também podem ser fatais. Pois é, os jornais informam que em 2012 morreram 31 pessoas vítimas "da fiação" no Estado de Pernambuco. Preocupante. 


Um comentário:

  1. Eu, Paródio, testemunha ocular da história. Abraços, mokirido.

    ResponderExcluir

Deixe aqui seu incentivo por escrito