sábado, 17 de agosto de 2013

Dia 285/365

A CAMINHADA

Hoje eu pensei que botaria a perder todo o esforço que fiz para estar no Parque pela manhã, mesmo tendo dormido apenas 5 horas na noite passada. Pois bem, cumpri o agendamento e esperei, esperei, passei mensagem para a voluntária e... levei bolo. Comecei a caminhar no contrafluxo e depois de 15 minutos recebi a mensagem de confirmação (do bolo) da voluntária, alegando compromisso profissional. Chateadíssimo, postei a foto-legenda abaixo:

Escrevi no Facebook: "acabo de receber a confirmação da farrapada da voluntária"

E assim, acionei o Plano B - também conhecido como "À espera de um milagre" - que consiste em andar no contrafluxo e rezar para encontrar algum conhecido. Eis que surgiu na minha frente o maior mestre da percussão da atualidade: Naná Vasconcelos, instrumentista de renome internacional. Me identifiquei como seu grande fã e contei que era proprietário de um CD original (que emprestei ao cartunista Clériston, e todas as vezes que nos encontramos por acaso ele faz questão de lembrar - "estou com seu CD de Naná Vasconcelos"). O mestre gargalhou com a história e ouviu atentamente quando lhe contei sobre a Dieta da Rede Social. Me disse que possui apenas um pulmão, por isso caminha regularmente como se fizesse uma fisioterapia, mas obedece a um ritual que inclui um pit-stop de 30 minutos para descanso antes de retomar a caminhada. Para não interromper minha performance, nos despedimos depois da terceira volta e ele ficou lá no banco, sentadinho e contemplativo. Ao completar 8 voltas, sinalizei a despedida, agradeci pela atenção e pedi uma foto para o blog. Atividade física concluída com sucesso!!!! Foram 8,2 km em extraordinária companhia!!! Valeu demais, mestre Naná!!!!

Observem que comecei minha manhã "down" mas terminei "UP" (vejam minha camisa)


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Meu sábado teve aniversário infantil, pela manhã, e comemoração de Primeira Comunhão numa pizzaria, à noite. Porém, apesar de toda tentação, nem sucumbi aos docinhos e nem às massas. Em vez disso, água de coco na farra diurna e salada caprese com suco de graviola, na calada noite preta. E foi assim que eu compensei o ragú do almoço. Mhuahahahaha!



VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...


Antes que vocês procurem no Face, me senti obrigado a ocultar a publicação-desabafo com a foto-legenda que abre este post de hoje, pois a galera já estava praticando Bullying pra cima da pobrezinha da farrapeira justificada. Eu sei que não posso impedir que meus fãs (kkk) desabafem, pondo-se em meu lugar de rejeitado/esquecido/ignorado, mas também não posso aceitar a malhação de Judas - até porque a Semana Santa já passou. Assim, quero remarcar a voluntária, pois eu sei que a nossa caminhada ia ser massa.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito