sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

SEGUNDA TEMPORADA: Dia 108/365

AS CAMINHADAS + PEDALADAS + MUSCULAÇÃO

Hoje comecei meu dia com o pé direito... dentro de um bueiro! Eu tinha acabado de sair de casa e precisava apenas pegar meus fones de ouvido no porta-luvas do carro (estacionado na esquina) quando pisei na tampa de cimento do bueiro - que parecia bem sólida e nova, mas era uma "pegadinha do Mallandro". Para a minha surpresa, caí como um raio (uêpa! AlceuValença's copyrights detected!!!) com uma mochila de 9 kg nas costas, e enfiei minha perna direita inteira no bueiro. Na hora pensei na música "Marvin", dos Titãs ("mas Deus quis vê-lo no chão com as mãos levantadas pro céu, implorando perdão.." kkkkkk). Felizmente, com minha agilidade de gato, me segurei com as duas mãos nas bordas do bueiro e fiz um "marinheiro" para descruzar a outra perna e sair do fundo do poço. Acreditem: só tive um minúsculo arranhão, por culpa da tampa de cimento que ficou de lado (e nem sangrou!). Duas mulheres que passavam vieram me dar apoio moral (já que saí sozinho). Depois, finalmente caminhei até o 13 de Maio, peguei minha bike de aluguel e pedalei rapidamente até Casa Forte (acho que bati meu recorde) para lavar a canela o quanto antes, com sabão.  Depois do almoço, fiz musculação na Unic. À noite, também voltarei pra casa de bicicleta. Atividade física concluída com sucesso!!!! Somando mais 17 km e mais 1h de musculação, sempre na companhia do meu protetor Menino Jesus! Valeu, Senhor!!! Perdão!!!!

Clique na foto para conseguir ver o arranhão! kkkk


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?


Acordei doido para comer banana (a explicação vem a seguir, na seção "Você Não Sabe os Passos Que Dei...), por isso meu desjejum foi meio diferente: Depois da fruta, comi inhame com manteiga da boa e duas fatias de muçarela, bebendo um copão de capuccino de pobre (leite, café e achocolatado diet). Então saí para o encontro fortuito com a armadilha do bueiro. No lanche, barrinha de cereais. Para almoçar, optei por uma das novas saladas da Unic, chamada Trampolim (lâminas de filé marinado, bifum, cogumelos e tomate confit sobre folhas ao molho oriental com gergelim). No lanche da tarde, castanhas. 


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

Recentemente aprendi (da pior forma possível!) o que é um "overtraining".  Mas, apesar de todo o desconforto, compreendo que quando a gente mantém uma rotina inquebrável de exercícios pode dar margem para esse tipo de situação, caso não lembre de comer nas horas certas, inclusive com os lanches obrigatórios. Enfim, gato escaldado tem medo de água fria, por isso nunca mais vacilei com a boca, para não ter fraqueza. Porém, contudo e todavia, ontem à noite experimentei outro tipo de "efeito colateral" para a minha super rotina de exercícios: câimbra!!! Eu já estava deitado na cama, contando carneirinhos, quando de repente... tive duas câimbras ao mesmo tempo, na parte interna das duas coxas!!!! Que dor fuderosa (mais que poderosa, em Pernambuquês)!!!!!!!!! Fiquei convulsionando de tanto sofrimento, como se meus fêmures estivessem sendo serrados sem anestesia!!!! Não consegui nem gritar por socorro, mas minha querida esposa ouviu meus gemidos de terror e veio em meu socorro com uma milagrosa banana pacovan (porque tem potássio). E assim, a câimbra passou depois de 1 minuto de tortura. Agora as bananas matinal e noturna serão sagradas. :P   



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito