segunda-feira, 18 de agosto de 2014

SEGUNDA TEMPORADA: Dia 286/365

A CAMINHADA

Hoje cheguei um pouquinho atrasado para a aula de ginástica funcional com a estimada Bia Megafone, mas apesar de ter participado apenas 20 minutos (dos 30 habituais), confesso que foi puxaaaada! Pois é, a disposição não poderia ter sido menor, já que estamos na segunda-feira das segundas-feiras, pós-sepultamento dos amigos e do ex-governador. Assim, embora ainda de ressaca na alma, fiz a aula aos trancos e barrancos. Ao meio-dia voltei para cumprir minha obrigação diária com o treino de musculação tradicional, na série C (pernas). E, para completar a malhação, voltei pra casa caminhando até a estação Praça de Casa Forte e de lá pedalando até a Rua do Lima. Atividade física concluída com sucesso!!! Foram 8,1 km. Valeu!


COMO ANDA A ALIMENTAÇÃO?

Nosso esqueminha de saladas de frutas pela manhã e à tarde está funcionando muito bem, lá no meu trabalho. Amanhã é dia de vaquinha (rachar a conta, em pernambuquês). E vamo que vamo! 


VOCÊ NÃO SABE OS PASSOS QUE DEI PRA CHEGAR ATÉ AQUI...

A pior coisa para quem segue uma dieta é levar um revés emocional. Desde o episódio da tragédia, tenho comido bem mais do que deveria (em quantidade, não em qualidade - pelo menos isso). Embora eu mantenha rigorosamente o meu pacto comigo mesmo para fazer pelo menos uma atividade física todos os dias, confesso que na hora de regular a quantidade de alimento ingerido eu passei do ponto várias vezes por causa da tristeza. Resultado: aumentei 2 kg na balança. Somente hoje, na segunda-feira das segundas-feiras, meu espírito se acalmou e o apetite diminuiu. Desculpa, madrinha!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu incentivo por escrito